Você está aqui

Início

A Dream come true

Antes de voltar com novos posts. Eu gostaria de contar um pouco da minha história e minhas realizações que vem junto nesses 32 anos de vida.

Sou formada em jornalismo como muitos sabem. Escolhi essa profissão por não saber o que queria seguir. Quando já estava formada, trabalhando no meio e casada acabei descobrindo minha grande paixão, a fotografia. Fiquei um tempo trabalhando com jornalismo, mas fui apoiada pelo marido a sair.

Depois que só foquei na fotografia foram anos até as coisas começarem de verdade e agora começo a ter o reconhecimento e agradeço muito por isso.

O ano de 2013 foi um ano não só de conquistas profissionais, mas também pessoais. No mês de dezembro realizei um sonho de adolescente, fui com meu marido fazer intercâmbio de um mês no exterior.  

Não poderia ter sido melhor. Conheci pessoas maravilhosas: brasileiros, colombianos, japoneses, taiwaneses e árabes. Essa mistura maravilhosa que fez do intercâmbio ser ainda mais interessante.

Não poderia também deixar de destacar a família que me recebeu de braços abertos em sua casa.

Foi uma experiência fascinante viver um pouquinho de outra cultura e poder ver de perto um outro lado.

Gostaria de agradecer a família que me recebeu com todo o carinho e dizer que apesar do pouco tempo foi uma troca intensa de informações e cultura.

Pude ver como são os americanos, mas também mostrá-los um pouquinho da cultura brasileira através da comida.

Passamos o Natal, meu aniversário (29 de dezembro) e o Ano Novo lá e foi muito diferente e emocionante. Ter o carinho de outras pessoas, foi incrível. Já é a terceira vez que passo essas datas fora, mas é a primeira vez que me sinto tocada.

Apesar de termos pouca diferença de idade, Ronda foi uma mãe incrível para mim. nos ajudava quando precisávamos e todos os dias queria saber como tinha sido o nosso dia. No início tive algumas dificuldades para lidar com novas regras, mas depois que comecei a entendê-la e tudo ficou fácil e que é quando essa experiência começa a valer a pena.

Fiz esse post só para dizer o quanto é importante correr atrás dos sonhos e realizá-los. Foi pouco tempo sim, mas fui e aproveitei ao máximo.

Meu marido com nossos amigos Brasileiros: Felipe, Cassiana e Renata

My husband with our Brazilian friends: Felipe, Cassiana and Renata

Nossa amiga Colombiana Silvia

Our Colombian friend Silvia

A família que me recebeu de braços abertos

My host family

 

Before returning with new posts, I would like to tell a little bit of my story and my accomplishments that come along with these 32 years of life.

I graduated in journalism as many know. I chose this profession because I didn’t  know what I wanted to follow. When I was already graduated, working in this area  and married, I discovered my true passion: photography. I spent a while working in journalism, but I was supported by my husband to quit and follow my dream.

After focusing only on photography, many years went by before things really got started and now my work is being recognized and I am very grateful for that.

Last year was a year of professional accomplishments as well as personal ones. In December my teenage dream came true: my husband and I went abroad to study English for a month.

It couldn’t have been better. I met wonderful people: Brazilians, Colombians, Japanese, Twaianese and Arabs. This cultural mix made the exchange even more interesting.

I can’t fail to mention the family that welcomed us into their home with open arms. It was a fascinating experience living a little bit of another culture and being able to see another side firsthand.

I would like to thank my host family all the love and say that in spite of the short time, it was an intense exchange of information and culture. I could see how Americans are and also show them a little bit of Brazilian culture through food.

We spent Christmas, my birthday (December 29th) and New Year’s Eve there and it was very different and exciting . Having the affection of others was amazing. It was the third time I spent these dates abroad, but the first time I felt touched.

Despite our little age difference, Ronda was an amazing mother to me, helped us whenever we needed and every day wanted to know how our day had been. At first, I had some difficulties dealing with new rules, but after I started to understand her, it all became easy and that’s when the experience began to be worth it.

I wrote this post just to say how important it is to chase dreams and realize them. It was for a short time indeed, but I went and enjoyed it to the fullest.

User menu

Login do usuário