Verdades sobre a gravidez

 

No post anterior falei dos mitos durante a gravidez e agora falo sobre as verdades. Situações que você gestante passou ou poderá passar durante esse período.

1) As grávidas sentem mais calor devido a aceleração do metabolismo. 

2) Para quem está grávida o cuidado com o sol é ainda maior. Nesse período há um aumento da liberação de melanina. Então protetor solar sempre.

3) Quando as mães fumam durante a gestação, os batimentos cardíacos do bebê aceleram, por isso é tão importante para as fumantes pararem nesse período. O fumo está associado com os abortos, malformaçòes, partos prematuros e o menor peso do bebê ao nascer.

4) Quando a gestante deixa de se alimentar por muito tempo o enjôo e o mal-estar podem aumentar. é importante que a gestante se alimente com mais frequência e coma alimentos mais mais leves e saudáveis.

 

Mitos durante a gravidez

 

 

Quer saber quais são os mitos mais comuns durante a gravidez? São tantas dúvidas e tantas mudanças que rondam este momento que às vezes é difícil saber o que é verdade e o que não é.

1) Não há comprovaçao científica do que diz a crendice popular quanto ao formato da barriga para saber qual é o sexo do bebê. Pontuda dizem ser menina e arrendondada, menino.

2) Quem nunca te disse que azia é sinal que o bebê nascerá cabeludo? Primeiro quem vai determinar se o seu bebê nascerá cabeludo será a genética, segundo  nos três primeiros meses de gestação a gestante tem azia devido ao aumento do hormônio beta HCG produzido pela placenta. Já quando se tem azia da metade da gestação em diante é a progesterona agindo e aumentando o tempo que o estômago leva para esvaziar. 

3) Outro mito é dizer que as gestantes não podem ter relações sexuais durante a gravidez. Elas podem e devem, inclusive a libido aumenta nesse período por causa dos hormônios. Elas somente não podem se apresentar sangramento vaginal ou quando a placenta fica na parte inferior do útero, provocando o parto prematuro. 

4) Dizer que o feto consegue sentir quando há relação sexual entre o casal ou até mesmo que a penetração pode machucar o bebê. Não é verdade primeiro porque o bebê está protegido pelo útero e não no canal vaginal, onde acontece a penetração. 

5) Falar para a grávida que ela pode comer por dois é outro grande mito. Inclusive durante a gestação o ideal é não ganhar tanto peso para que tenha uma gravidez mais saudável. O idela são 300 calorias por dia e essa quantidade é suficiente para que o bebê se desenvolva saudável. 

6) Nào pense que durante a amamentação não há risco de engravidar. Não há garantia nem nos três primeiros meses após o parto e alimentando o bebê exclusivamente no peito. Converse com seu obstetra a respeito do melhor método contraceptivo para você.

7) Tomar cerveja preta para melhorar a produção de leite é um mito e inclusive sem comprovação científica que a ingestão da cerveja aumente a produção do leite. 

 

Sabe de mais algum mito? Ou tem alguma dúvida e quer saber se é mito ou verdade. Comente. 

 

 

Flávio José

Sabe aquele bebê que é uma fofura. É o Flavinho. 

 

Esperando Valentina

Cheguei em Grumari e a Yasmin e o Leony já estavam lá. Logo pedi que fosse uma sessão bem animada e eles levaram a sério. 

A sessão foi cheia de risos e muitos momentos espontâneos. 

 

Amei fotografar vocês. 

Bernardo - 15 dias

Laura - 7 dias

Sofia

Fotografei a Jô quando Sofia estava dentro de sua barriga (você confere aqui) e agora Sofia chegou para alegrar. 

 

Você é mãe de primeira viagem? O que você precisa saber

1) Quando seu bebê nascer sua vida mudará e muito

2) Se você acha que não conseguirá dar banho, trocar fralda, fique tranquila quando seu bebê nascer você fará tudo isso e muito mais

3) Os primeiros meses são os mais difíceis porque você estará se acostumando com a rotina e o bebê também

4) O bebê pode ter cólicas nos primeiros meses. Tanto ele quanto você vão sofrer. Peça orientação ao pediatra e ele falará qual é a melhor maneira de aliviar a cólica

5) Amamentar é super importante tanto para o bebê mas também para a mãe estreitar os laços com o bebê, mas não é fácil. Pode doer, sangrar, talvez você não tenha bico para que seu bebê sugue, muitas mães também tem dificuldade de colocar o bebê na posição certa para a pegada no peito, mas fique calma porque tem muitas ONGs e hospitais que orientam as mamães com essas questões. Muitas vezes o hospital que você teve seu bebê consegue sanar todos os seus problemas antes de você voltar para casa.

6) Você passará a dormir pouco e trocará muitas vezes o dia pela noite como seu bebê

7) Você não sairá com seu marido e amigos como fazia antes.

8) Saia com seu bebê, principalmente pela manhã para que ele tome sol

9) Os maridos também precisam participar desse momento. Incentive que ele troque a fralda, faça o bebê arrotar e até dormir. Além dele aprender, também te ajudará

10) O seu corpo demorará um pouco a voltar a forma, mas você amamentando também perderá peso rapidamente

11) O seu assunto principal agora serão os filhos

12) O início é bem difícil principalmente para as mulheres, mas não deixe seu relacionamento com seu marido de lado

13) Use as roupinhas porque os bebês crescem rápido e perdem logo, então não deixe para ocasiões especiais

14) Os bebês choram muito até mesmo porque é a única forma deles se comunicarem para dizer que tem alguma coisa errada

15) Não deixe seu bebê chorando. Dê colo para acalmá-lo 

16) Se quando você estava grávida as pessoas já davam palpite, imagine depois que o bebê nascer, portanto, siga o que você acha melhor e não dê ouvidos as opiniões, siga seu coração

17) As suas prioridades vão mudar. Ao invés de comprar coisas para si vai pensar primeiro no seu filho

18) Você vai chorar muitas vezes e até pirar achando que não dará conta, mas fique tranquila, no final tudo dá certo

19) O seu bebê crescerá tão rápido, então tente aproveitar cada fase da melhor maneira para não haver arrependimento depois 

20) Se você comprar tudo que a loja quer te vender, além de gastar sem necessidade, muitas coisas você nem usará. Converse com as amigas e pesquise também nos blogs que são uma fonte riquíssima de informações

21) Não deixe de fotografar seu bebê. Fazer uma sessão fotográfica é uma forma de guardar as recordações porque são as únicas que ficam. 

 

Quer ajudar o seu bebê a engatinhar?

Seu bebê já está com 6 meses, já senta e consegue ficar deitado de barriga para baixo com a cabeça levantada? Esses são alguns sinais de que ele já está na fase de engatinhar. Que tal dar uma mãozinha e ajudá-lo nessa etapa? 

1) Coloque um brinquedo de que seu bebê gostaa uma certa distância para que ele possa alcançar

2) Além do brinquedo preferido na frente do seu bebê outra dica é colocar um espelho porque faz com que ele seja atraído por sua imagem

3) Levante seu bebê no ar porque esse movimento faz com que ele contraia os músculos abdominais que ajudam na hora de engatinhar

4) Depois de treinar bastante com seu bebê e ele já começa a engatinhar, que tal aumentar o nível de dificuldade dos exercícios e colocar obstáculos como almofadas, travesseiros ou tolhas enroladas para que ele possa passar pegar o brinquedo a frente. 

5) Engatinhe junto com seu bebê. Ao ver seus movimentos, ele vai querer imitar e isso vai facilitar seu aprendizado. 

 

Todas as dicas, o bebê precisa estar deitado de barriga para baixo. 

Se caso seu bebê tenha seis meses e ainda não está fazendo certos movimentos, espere mais um pouquinho que cada bebê tem um tempo de desenvolvimento. 

 

Você tem outras dicas? Contem-me aqui nos comentários

 

O que vestir na sessão fotográfica?

Chegou o dia da sessão fotográfica com meu filho. E agora o que vestir? 

A primeira dica é pensar em como eu me sinto com a roupa escolhida. Precisamos nos sentir confortáveis para que possamos também passar isso nas fotos. Imagina ficar 1 hora sendo fotografado e a roupa incomodando? Impossível que esse desconforto não seja visto nas fotos.

 

Segundo ponto é pensar em uma roupa neutra que combine com a roupa dos pais e do filho também.

 

Terceira dica é usar cores que conversem entre si e não destaquem só um membro da família.

Quarta é pensar em usar as cores das roupas contrastando com o ambiente. Por exemplo um lugar com árvores, pense que as cores verde e marrom vão apagá-los das fotos e se misturar ao ambiente.

Quinta dica é evitar cores fluorescentes. Elas refletem sombras coloridas no rosto, pescoço e cabelos.

 

Sexta pense em variações das cores primárias e coordene entre si o que vão vestir

E sétima e última dica é vestir-se de acordo com o tempo e o local das fotos. Por exemplo em praias usar roupas de banho ou roupas com tecidos leves.  

 

Páginas

User menu

Login do usuário